quinta-feira, 29 de junho de 2017

BRASIL REGISTRA SEGUNDO MAIOR ÍNDICE DE CONFIANÇA NA MÍDIA, SEGUNDO ESTUDO

 Pesquisa realizada pelo Instituto Reuters para o Estudo do Jornalismo, da Universidade de Oxford, mostrou que o país só fica atrás da Finlândia 

Agência o Globo

As pessoas continuam a confiar nos meios de comunicação para se informarem — e o Brasil é um dos países em que essa confiança é mais forte. Segundo pesquisa feita pelo Instituto Reuters para o Estudo do Jornalismo, da Universidade de Oxford, na Inglaterra, 60% dos entrevistados no Brasil confiam nas notícias veiculadas pelas empresas de comunicação — atrás apenas da Finlândia, com 62%. Foram entrevistadas mais de 70 mil pessoas em 36 países. A confiança também é alta em Portugal, Polônia e Holanda, mas, na Coreia do Sul, fica em 23%. A média dos países pesquisados é de 43%. 
 
O “Relatório de Jornalismo Digital 2017” aponta ainda que as redes sociais vêm sentindo os reflexos negativos da proliferação das chamadas fake news, ou notícias falsas. Com isso, o Facebook, por exemplo, vem perdendo espaço em diversos países, inclusive no Brasil. Segundo o estudo britânico, aplicativos de mensagens, como o WhatsApp, têm ganhado espaço. O estudo cita o fato de estes permitirem uma comunicação mais privada e não filtrarem o seu conteúdo através de algoritmos, como faz o Facebook.

No Brasil, 46% dos entrevistados disseram usar o WhatsApp para acessar e compartilhar notícias,(dos sites e blogs) um aumento de 7 pontos percentuais frente ao ano anterior. O Facebook é a escolha de 57% dos entrevistados — uma queda de 12 pontos percentuais em relação a 2016. Em 2014, o WhatsApp foi comprado pelo Facebook. Já o YouTube, da Google, é fonte de informação para 36% dos entrevistados, contra 35% um ano antes. 

Clique AQUI e veja os gráficos e a matéria na íntegra



POLÍCIA PRENDE GOLPISTA QUE OSTENTAVA NAS REDES SOCIAIS

 Polícia acredita que viagens e festas eram bancadas por golpes (Foto: Reprodução)

Suspeita de golpe avaliado em R$40 mil ostentava nas redes sociais, diz polícia do AM

Advogada foi a última vítima do golpe. Suspeita já responde por outro caso de estelionato e uma receptação.

A estudante Ellen Cristina Abreu de Abreu, de 26 anos, foi presa na quarta-feira (28) suspeita de usar documentos falsos para adquirir um empréstimo de R$ 40 mil em nome de uma advogada. Segundo a Polícia Civil, nas redes sociais ela ostentava uma vida que não condizia com o seu poder aquisitivo. "Tenho direito de me divertir", disse ela. 

O delegado Marcos Paulo Graciano, titular do 24° Distrito Integrado de Polícia (DIP), disse que a jovem usou documentos falsos para obter o empréstimo e, em seguida, foi a uma agência bancária para transferir o valor. O gerente do banco achou estranha a movimentação e entrou em contato com a advogada. 

"A suspeita foi até uma agência bancária onde a advogada já tinha conta e tentou abrir uma conta corrente. O gerente questionou alguns fatos que ela não soube responder e, diante disso, comunicou à Polícia Militar, e ela foi conduzida para a delegacia. Nós verificamos que nas redes sociais ela posta fotos em festas, viagens e se diz estudante sem renda, então é um padrão não condizente com o nível salarial que ela afirma ter", explica o delegado Graciano.

 

quarta-feira, 28 de junho de 2017

PARAIBANO/MA: MENORES ACUSADOS DE ASSASSINAR O PROFESSOR "MANIM" SÃO CONDENADOS



 
Assassinato do professor, repercutiu em todo estado do MA  (Foto: google)
Sentença

Aconteceu na tarde da última segunda feira (26), audiência com os menores confessos que cometeram o assassinato do professor Ivanildo Ferreira Costa ( Manim )

O professor desapareceu na noite da quinta feira 04/05 e foi encontrado morto na tarde de sexta-feira 05 de Maio próximo ao lixão da Cidade, antes de ser morto, o mesmo foi amordaçado, amarrado junto a uma árvore, torturado e assassinado com requintes de crueldade.

O crime chocou a pequena Cidade de Paraibano no interior do Maranhão, gerou grande repercussão e muita comoção popular. Inclusive, população foi às ruas cobrar das autoridades locais a elucidação imediata do caso.

A polícia civil logo deu resposta, conseguiu em poucos dias desvendar o crime e apreender os dois menores que confessaram a barbárie.

A sentença para os dois menores foi aplicada nesta segunda feira. 

O menor com iniciais J F S D S foi sentenciado / condenado à 2 anos e 6 meses, já seu comparsa e mentor com iniciais W A D N teve a maior pena, 3 anos. 

Ambos foram encaminhados para cumprimento de medidas socioeducativas no Centro de Juventude Canaã, em São Luís-MA.

Fonte: TJ/MA.gov

terça-feira, 27 de junho de 2017

A REJEIÇÃO DE ROSEANA; A REJEIÇÃO DE FLÁVIO DINO…

Equívoco equiparar a antipatia histórica que o eleitor tem da ex-governadora, fruto da hegemonia do grupo Sarney, com a do atual governador, resultado direto da decepção e da frustração da mudança há quatro anos


DIFERENTES MOTIVOS. Roseana tem rejeição histórica; Dino enfrenta decepção do eleitor que
 apostou na mudança

O governador Flávio Dino (PCdoB) e a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) aparecem como os mais rejeitados do maranhense para as eleições de 2018.

Mas é um equívoco comparar a rejeição de Roseana à de Dino.
Historicamente, Roseana sempre teve rejeição na casa dos 30%, 35%, muito disso fruto da longevidade do grupo Sarney no poder. Mesmo assim, ela elegeu-se deputada federal, senadora e quatro vezes governadora do Maranhão.

Flávio Dino, não.

O governador foi eleito em 2014 como a expectativa de mudança política no Maranhão, alcançando nada menos que 65% dos votos. 

Quatro anos depois, apresenta rejeição na casa dos 26%.

Significa dizer que, de cada quatro eleitores maranhenses, pelo menos um declara não votar mais no comunista nem que a vaca tussa.

É por este aspecto que não dá para comparar a rejeição de Flávio Dino à de Roseana.

A dela é histórica, como resposta á hegemonia do grupo Sarney.

A dele é de decepção, frustração da esperança depositada em 2014.
Simples assim…

Fonte: Blog do Marco Aurélio Deça

sexta-feira, 23 de junho de 2017

CÂMARA FEDERAL APROVA FIM DE MULTA PARA QUEM ESQUECER CARTEIRA DE HABILITAÇÃO

Foto: Reprodução
 Medida valerá se agente de trânsito puder consultar as informações online
A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou em caráter conclusivo o Projeto de Lei 8022/14, que impede a aplicação de multa e a retenção do veículo se o motorista não estiver com a carteira de habitação e o licenciamento anual, caso o agente de trânsito possa obter as informações contidas nos documentos por meio de consulta a banco de dados oficial.

De autoria da ex-deputada Sandra Rosado e da deputada Keiko Ota (PSB-SP), o projeto altera o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97).

A matéria segue para o Senado, a não ser que haja recurso para análise pelo Plenário da Câmara.

Pela regra atual, quem dirigir sem portar o licenciamento e a carteira de motorista poderá ser multado e ter seu veículo retido até a apresentação dos documentos. A infração é considerada leve.

Prazo
 
Segundo a proposta, quando não for possível realizar a consulta online das informações do veículo ou do condutor, o auto de infração será cancelado caso o condutor apresente, em até 30 dias, o documento ao órgão de trânsito responsável pela autuação. Assim, o motorista não terá pontos computados em sua carteira, referentes à infração.

A comissão acompanhou o voto do relator, deputado João Campos (PRB-GO), pela constitucionalidade e juridicidade do texto. O colegiado também aprovou emenda da Comissão de Viação e Transportes para exigir a apresentação, pelo condutor, de algum documento de identificação oficial, a fim de ser beneficiado pela medida.

Fonte: Agência Câmara

PROCON/MA FISCALIZA PONTOS DE VENDAS DE INGRESSO DAS FESTAS DA VAQUEJADA DE PARAIBANO


REGULARIDADE NO CUMPRIMENTO NA VENDA DA MEIA-ENTRADA EM FESTAS DE PARAIBANO



Após fiscalização em pontos de vendas de ingressos paras as festas da 32ª Vaquejada de Paraibano/MA, foi verificado pelos fiscais do PROCON ontem (22/06), o cumprimento da lei de meia-entrada, e ficou constatada a regularidade na disponibilização do benefício na venda dos referidos ingressos.



"Parabéns aos estudantes e demais beneficiários, e especialmente à organização da Vaquejada pela prudência em cumprir a determinação do PROCON, após nossa denúncia.



Agradeço também ao Presidente do PROCON, o Dr. Duarte Júnior por atender nossa solicitação com rapidez e eficiência". Disse o jovem advogado Ferdinan Junior, autor da ação junto ao Procon/MA.

Matéria relacionada, veja no link abaixo...

ADVOGADO ACIONA O PROCON/MA COBRANDO A MEIA-ENTRADA NAS FESTAS DA VAQUEJADA 2017




terça-feira, 20 de junho de 2017

MINISTÉRIO DA SAÚDE AMPLIA VACINAÇÃO CONTRA HPV PARA MENINOS DE 11 ATÉ 15 ANOS

 Vacina contra HPV (Foto: Maurício Bazílio/Divulgação SES)

Com inclusão desses adolescentes, governo prevê imunização de 3,3 milhões de pessoas a mais em 2017.

O Ministério da Saúde anunciou, nesta terça-feira (20), que vai ampliar a oferta da vacina contra o HPV para os meninos de 11 até 15 anos. A imunização para o público masculino passou a ser disponibilizada no Sistema Único de Saúde (SUS) em janeiro deste ano, e era destinada apenas aos garotos de 12 a 13 anos. Crianças e jovens, de 9 a 26 anos, que têm HIV/aids também já podiam receber a dose. 

Segundo o Ministério da Saúde, com a inclusão desse público, cerca de 3,3 milhões de adolescentes, a meta para 2017 é proteger 80% dos 7,1 milhões de meninos de 11 a 15 anos e 4,3 milhões de meninas de 9 a 15 anos.

Clique AQUI e leia a matéria na íntegra

 

PF DIZ QUE EVIDÊNCIAS INDICAM 'COM VIGOR' QUE TEMER PRATICOU CORRUPÇÃO

O presidente Michel Temer durante pronunciamento em maio no Palácio do Planalto, em Brasília (Foto: Evaristo Sá/AFP)

Polícia Federal afirma que presidente recebeu propina da JBS por intermédio de Rodrigo Rocha Loures; ele nega. Temer também é investigado por obstrução à Justiça e organização criminosa.

Em relatório entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF), a Polícia Federal afirma que as evidências colhidas na investigação indicam "com vigor" que o presidente Michel Temer cometeu o crime de corrupção passiva. 

No documento, enviado ao STF nesta segunda-feira (19) e tornado público nesta terça, a PF afirma que o presidente aceitou pagamentos de vantagens indevidas do grupo J&f por intermédio do ex-assessor e ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR).
 
Clique AQUI e leia a matéria na íntegra
Fonte: G1.com